Como, enfim, consegui trabalhar com UX

Minha versão mini, na foto de Formatura do ABC. Nessa época eu já amava desenhar e observar as pessoas.
Recém-formada, no dia da Colação, jurando que iria trabalhar como UX Designer na primeira oportunidade de emprego.
Observe 2020: A primeira conferência brasileira com conteúdos exclusivos sobre UX Research e que foi 100% online! #EuFui #EuTava

O outro ponto, não menos importante, era a minha vontade de trabalhar com contextos, resultados e métricas. Queria muito de desmistificar o Design como “Ah é só ficar bonito e tá feito”. Vejo o “bonito”, nessa área, como sendo a boa consequência em interfaces que foram criadas baseadas em dados, números, pesquisas e resultados concretos.

Registrei esse momento logo após ter gravado um vídeo de dois minutos para o canal do UX Unicórnio.

Compartilhe e sempre que possível explane seus conhecimentos.

Minha primeira vez visitando a sede da empresa que fica em Pereiro/Ceará.
Um dos livros que adquiri nessa jornada, Value Proposition Design. Indicação de uma das pessoas mais queridas: Daniel Furtado, do canal UX Now.

--

--

https://www.linkedin.com/in/pgomesamanda/

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store